Pieter Bas Hofstede, Os Países Baixos

Roden, Os Países Baixos

Desenvolvedor

Começou em 2012

Poderia nos contar um pouco sobre quem é você?
Claro! Meu nome é Pieter Bas, tenho 39 anos e sou pai de três filhos. Eu gosto de praticar esportes, sou uma pessoa sociável e adoro ajudar as pessoas. Estudei Tecnologia da Informação e Comunicação em Groningen, na Holanda. Depois de meus estudos, comecei a trabalhar como programador em uma empresa do setor de manufatura por 8 anos. Depois disso, juntamente com um colega, me mudei para trabalhar na UNIFORM-Agri e agora trabalho aqui há quase dez anos.

Qual seria seu trabalho na UNIFORM-Agri?
Eu sou desenvolvedor de software e programador na linguagem Delphi. Se eu tivesse que resumir minhas tarefas, basicamente eu crio e otimizo o software que nossos clientes usam (backend). Isto significa que eu cuido dos cálculos corretos e da lógica das diferentes funções do programa. Por exemplo, no passado, trabalhei na construção do aplicativo UNIFORM. Além disto, também trabalhei em uma solução de software para inseminadores, que se chama Conception. Durante este projeto eu estive na estrada regularmente e de vez em quando eu falava com os clientes também. A diversidade neste projeto foi muito boa.

Qual a melhor parte em trabalhar para a UNIFORM-Agri?
Como o software já está aqui há tanto tempo, as funções precisam ser otimizadas. É por isso que falo regularmente com a Gerência de Produtos para ver como podemos otimizar estes processos, por exemplo, se algo precisa ser três ou até dez vezes mais rápido, ou se dados mais consistentes precisam ser mostrados. O que realmente gosto no meu trabalho são as conversas que tenho com pessoas de diferentes departamentos dentro da empresa, falamos sobre as coisas que vamos fazer juntos. Não é que eu receba uma tarefa, eu a conserto e depois a devolvo, o importante para mim é que realmente trabalhamos juntos como uma equipe.

“O que realmente gosto no meu trabalho são as conversas que tenho com pessoas de diferentes departamentos dentro da empresa, falamos sobre as coisas que vamos fazer juntos.”

E o que realmente me atrai no trabalho para a UNIFORM-Agri, é que a gerência é muito flexível na forma como eu faço meu trabalho. Principalmente de trabalhar de casa, viajar e como eles lidam com situações pessoais. Eu realmente sinto muita liberdade nisto, na forma como posso lidar com isto.

Qual é a sua conexão com a indústria de leite?
Eu mesmo não cresci em uma fazenda, mas nos tempos em que eu tinha um amigo próximo, que cresceu em uma fazenda, eu passei muito tempo lá. Eu os ajudava regularmente e, como um garoto de 14 anos, achava que era ótimo dirigir tratores mais complexos. Durante as férias a fazenda era onde eu passava a maior parte do meu tempo e eu fazia todo tipo de tarefas. Foi assim que aprendi muito sobre o setor.

Em que você está trabalhando no momento?
Eu trabalho principalmente no desenvolvimento da versão 6 agora. O desenvolvimento para a nuvem requer muitos ajustes. Além disso, também estive envolvido no desenvolvimento da versão do consultor para a nuvem, na qual os produtores podem autorizar quais dados ele compartilharão com cada consultor. Esse consultor poderá então visualizar essa informação através da nuvem e visualizar relatórios específicos de consultor. Eu fiz isto junto com uma equipe de programadores e designers. Este desenvolvimento para a nuvem é um nível completamente diferente do que estávamos acostumados até cinco anos atrás.

O que você define ser uma razão para alguém começar a trabalhar com a UNIFORM-Agri?
A UNIFORM-Agri realmente pensa muito na sua situação pessoal e procurará uma maneira de você se sentir feliz em seu trabalho.

Onde você se vê no futuro?
Na verdade estou no lugar certo. Não me vejo sendo feliz em uma posição de liderança, realmente gosto de progamar por mim mesmo. O mais importante para mim é que mesmo assim mantenho comunicação com diferentes departamentos dentro da empresa e que posso criar e otimizar nosso software desta forma.